Quais são as melhores bibliotecas de gráficos para desenvolvedores?

As bibliotecas de gráficos já são uma realidade na rotina de trabalho dos desenvolvedores web. Elas substituem o uso das planilhas, ferramentas que se tornam confusas e que exigem muito trabalho para funcionar. Representar todas essas informações geridas precisa ser feito por meio de soluções mais fáceis.

Atualmente, há diversas bibliotecas disponíveis e prontas para serem usadas. Elas otimizam a visualização dos dados, com um uso moderno e prático. O mais importante é que reduzem o trabalho do desenvolvedor, ou seja, ele pode dedicar esse tempo a outras tarefas importantes da programação.

A seguir, conheça as principais bibliotecas de gráficos e saiba como podem ajudar o desenvolvedor em diferentes situações!

Google Charts

Com a chancela da Google, essa biblioteca tem um vasto número de informações e possibilidades de gráficos para a representação de dados com o JavaScript. Os códigos têm comentários e explicações de como utilizá-los em seu projeto, tornando o uso bem fácil e direcionado. Isso proporciona uma economia de tempo!

Contudo, o Charts é considerada uma das bibliotecas mais iniciantes, com um nível de personalização menor do que outras opções. Ainda assim, vale muito a pena conhecer um pouco melhor essa solução, pois ela pode atender às suas demandas.

O Google Charts é uma biblioteca de gráficos bastante flexível e simples de ser operada. Certamente você encontrará opções que serão úteis nos seus projetos. Ela tem uma capacidade de documentação muito boa, o que pesa muito ao seu favor

MetricsGraphics.js

Solução da Mozilla, a MetricsGraphics.js é uma ótima biblioteca para representar gráficos que são descritos. As opções de utilização são vastas e muito bem apresentadas no site, com exemplos de como as estruturas são dispostas. Para quem tem os primeiros contatos com esse trabalho, vale a pena considerá-la.

Seu uso é bem simples, o que se estende também às possibilidades de tipos de gráficos. A MetricsGraphics.js se limita a estruturas de linha, colunas, tabelas, dispersão e histogramas. O suficiente para montar bons projetos, mas que pode deixar a desejar para desenvolvedores que buscam algo mais avançado.

Durante o uso, o programador tem muita facilidade na aprendizagem de uso, graças aos exemplos e a interação que a ferramenta oferece. Não há muitas dificuldades em começar e dar continuidade ao uso dela. A MetricsGraphics.js é ideal para quem busca uma ferramenta de gráficos eficiente e simplificada, com rapidez de execução.

Epoch

Assim como o MetricsGraphics.js, o Epoc é uma aplicação toda e d3.js. Entre suas principais características estão o fato de ser em código aberto e totalmente gratuita. Por si só, esses pontos já dão um destaque e tanto para a Epoch, já que isso facilita a ampla utilização e, principalmente, possibilidades de melhorias na solução.

Outro destaque dessa biblioteca é o uso em tempo real. Ou seja, as representações das informações vão atualizando de acordo com a movimentação das aplicações. Esse movimento contínuo pode ser observado em estruturas diferentes, com 5 estilos de gráficos, sejam básicos, sejam os dinâmicos.

O Epoch, apesar de diferenciado e com recursos mais avançados, possibilita grande flexibilidade no desenvolvimento de suas estruturas. Por ser uma opção gratuita, certamente ele figura entre uma das principais opções desse tipo de ferramenta. A operação também é fácil e pode ser alterada, por ser em código aberto.

NVD3

O NVD3 tem uma proposta interessante, uma vez que permite o desenvolvimento de gráficos totalmente reutilizáveis. Na prática, isso deixa a atividade do programador mais simples, com menos demandas a fazer. A plataforma também disponibiliza uma vasta coleção de modelos, o que torna seu uso ainda mais vantajoso ao programador.

Essa biblioteca se mostra mais avançada do que a maioria das opções, especialmente por que disponibiliza 11 tipos diferentes de gráficos, desde os mais básicos até alguns diferenciados. O programador também não terá nenhum problema de compatibilidade, já que ele funciona em qualquer navegador.

Gratuita, essa biblioteca de gráficos é voltada para profissionais que sejam ambientados com d3, já que essa é a base de sua estrutura.

Highcharts

Uma das bibliotecas de gráficos mais conhecidas, o Highcharts dispensa plugins e tem uma utilização muito prática e extremamente flexível. Seu uso é amplo e tem como um de seus principais clientes o Facebook. A única questão a considerar é seu custo. Para uso comercial, a ferramenta custa U$ 590 anuais para desenvolvedores.

Esse valor também inclui um suporte em tempo real, algo que pode ser de grande ajuda para os profissionais que desejam usá-la. No mais, entre suas características de destaque estão os gráficos interativos. São bastante opções de modelos que aceitam diferentes níveis de personalização. É uma ferramenta bem útil e que atende demandas de todos os tipos.

Para quem tem projetos de maior porte e um bom fluxo financeiro, o Highcharts pode ser uma excelente escolha de trabalho. A garantia é de que gráficos de alta qualidade serão alcançados, especialmente pelo suporte oferecido pelo time da biblioteca. Modelos dos mais simples aos mais elaborados podem ser obtidos.

Dygraphs

O Dygraphs é uma das grandes bibliotecas de gráficos disponíveis atualmente. Toda essa qualidade é justificada, já que o seu desenvolvimento foi feito pelo Google. A característica principal dela é sua robustez, com soluções de modelos voltadas para projetos de grande porte, com um volume muito grande de informações.

Seu desempenho é otimizado, o que faz com que ela jamais perca o dinamismo e a velocidade de processamento, mesmo com muitos dados. Isso não interfere a criação dos gráficos, que se mantém potentes e competentes. Seu design, no entanto, não é tão sofisticado, o que se torna apenas um detalhe em meio aos benefícios.

A biblioteca Dygraphs tem seu código livre, o que permite que a comunidade de programadores trabalhe continuamente na melhoria da aplicação. Ela também é gratuita e está disponível para o uso comercial. Para quem busca alto desempenho e robustez, essa é a solução ideal e que permitirá traçar milhões de conjuntos de dados sem o menor problema.

Com essas ótimas alternativas de bibliotecas de gráficos, para diferentes projetos, não dá para ter mais trabalho excessivo montando estruturas. As soluções otimizam essa atividade, dão mais tempo e, principalmente, proporcionam um ótimo resultado!

Quer mais conteúdos como este ao seu alcance? Assine a nossa newsletter e receba os posts diretamente no seu e-mail!