6 dicas de marketing pessoal para elevar a carreira de desenvolvedor

Seu código é de qualidade, seu preço é justo, mas, mesmo assim, está difícil manter uma cartela saudável de clientes: você se encaixa nessa descrição?

Não se preocupe, você não está sozinho. Trabalhar bem nem sempre é suficiente para impulsionar uma carreira de desenvolvedor, é preciso investir também em marketing pessoal.

Isso é realmente importante? Como fazer? Neste post, ajudamos você a transformar sua imagem profissional. Vamos lá?

Por que um desenvolvedor precisa investir em marketing pessoal

Muitos desenvolvedores estão partindo para o trabalho autônomo como freelancer ou iniciando a sua própria empresa. O que impulsiona esses profissionais é a possibilidade de construir suas próprias carreiras e fazerem seu nome no mercado.

Porém, é quase impossível atingir sucesso por conta própria sem investir na sua marca, na sua imagem. Um código excelente não vai resolver o problema se o público-alvo não consegue lhe encontrar e perceber o valor do seu trabalho.

Portanto, se você quer crescer por conta própria, o marketing pessoal é uma etapa fundamental do seu plano de carreira. É por meio dele que você mostra ao mundo do que é capaz.

Como o marketing pessoal se transforma em um negócio

Contudo, o marketing pessoal não é apenas uma forma de ser notado pelo mercado, ele pode ser a chave para transformar de vez o seu trabalho em um negócio.

Sua divulgação e interação com o público permite que você “faça o seu nome”, isto é, que as pessoas interessadas na solução que você oferece conheçam as suas qualidades e lembrem-se delas no momento certo — quando precisarem contratar um profissional da área.

Uma carteira saudável de clientes é aquela em que não há falta de trabalho. É uma estrutura de leads que você pode nutrir e fidelizar, e usá-la como base para crescer ainda mais.

Como melhorar seu marketing pessoal em 6 dicas

Agora que você entendeu qual a importância de se divulgar profissionalmente, está na hora de partir para a prática. Nós podemos ajudar listando as 6 dicas mais importantes para começar a impulsionar e consolidar sua marca como desenvolvedor e garantir um fluxo constante de clientes. Confira.

1. Cuide da sua imagem profissional

A melhor propaganda para qualquer profissional é a qualidade do seu trabalho. Entretanto, quando falamos em passar uma imagem de confiança no mercado para atrair mais clientes, isso não significa apenas um código de qualidade.

Postura é muito importante. Colocar-se sempre a disposição para dúvidas e negociações, responder contatos com rapidez, não menosprezar o conhecimento do cliente, são todas dicas que podem aprimorar o seu atendimento e, com isso, fidelizar por meio de relacionamento.

Além disso, claro, é preciso cumprir sempre os prazos combinados e saber ceder sempre que o cliente tem alguma requisição que não irá impactar negativamente no resultado final.

Quando o pedido é inviável (e nós sabemos que clientes fazem muitos desses), é sua responsabilidade educar e explicar por que aquela sugestão não é uma boa ideia.

2. Separe seu perfil pessoal do profissional

Essa postura profissional não fica só restrita ao contato durante um projeto, ela vai acompanhar a cada tuíte, a cada comentário no Facebook.

Para desenvolvedores que querem fazer deles mesmos suas próprias marcas, o ideal é criar perfis específicos para divulgação e contatos profissionais. Foque em dar opiniões apenas sobre sua área de atuação e assuntos relevantes.

Aquele meme engraçado ou sua opinião sobre um filme? Guarde para seu perfil pessoal. Além de dar mais liberdade, essa separação ajuda na sua organização.

3. Estruture seu marketing pessoal

Quando falamos em se organizar, estamos falando de uma estrutura de marketing pessoal, um planejamento de publicações, posts e mensagens que atraia seu público e crie leads que possam ser trabalhados.

Nós sabemos que seu negócio é desenvolver, mas que tal estudar um pouco sobre marketing digital? Algumas estratégias simples como manter um blog sobre a área, criar um calendário de publicações e ter um fluxo básico de e-mail marketing pode aumentar em muito a captar pessoas interessadas e convertê-las no futuro em clientes.

4. Compartilhe conhecimento e conteúdo

Essa parte de compartilhamento de conteúdo é muito importante na formação de uma imagem profissional porque demonstra a sua autoridade na área.

Criar material sobre a sua especialidade é a melhor forma de dar essa noção para as pessoas, mas às vezes é mais rápido e eficiente apenas compartilhar o que você acha interessante e relevante.

Mostre que você está atualizado e por dentro das novidades em desenvolvimento. Sugira materiais e explique como eles podem ser soluções para seus possíveis clientes.

Assim, quando essas pessoas precisarem contratar um desenvolvedor, o seu nome estará marcado na mente deles como alguém que entende suas dores e sabe como resolvê-las.

5. Participe de fóruns e comunidades

Não é só com seus clientes que sua imagem precisa melhorar. Você também precisa se inserir de verdade em sua área se quer virar uma referência em desenvolvimento.

Fóruns e comunidades são excelentes para trocar experiências, discutir insights inovadores e conhecer outros pontos de vista sobre o seu trabalho.

Esses portais também são importantes para conhecer profissionais como você e entender melhor como o mercado está se comportando sob outros pontos de vista. A diversidade de pensamento é o que move a tecnologia.

6. Participe de eventos e melhore seu networking

Outro aspecto muito importante dessa interação com outros profissionais é o networking. O contato trocado de hoje pode ser a oportunidade de um trabalho ou de uma parceria no futuro.

Mesmo que as comunidades ajudem, o que mais vai beneficiar sua imagem aqui é o contato cara a cara, uma conversa, uma exposição de ideia para pessoas que pensam como você.

Os eventos específicos de desenvolvimento e tecnologia (seminários, fóruns presenciais, encontros, palestras) são ambientes perfeitos para conhecer outros profissionais e se posicionar como uma potencial referência entre eles.

Afinal, o marketing pessoal em qualquer área depende de dois fatores: a percepção do público e o reconhecimento do mercado. Se você age com profissionalismo no seu relacionamento com clientes e participa ativamente da comunidade de desenvolvedores, está um passo à frente da maioria da sua concorrência.

Ficou com alguma dúvida marketing pessoal? Quer mais dicas de como se portar profissionalmente em redes sociais? Deixe a sua pergunta aqui nos comentários!