Certificado SSL: o guia definitivo

De acordo com pesquisa da empresa BigDataCorp, aproximadamente 40% dos sites brasileiros ainda não fazem uso do protocolo de segurança conhecido como SSL (Segurança Socket Layer). A ausência desse recurso acaba deixando as páginas vulneráveis a ataques de hackers e demais invasões, além, é claro, de prejudicar os sites em mecanismos de busca.

Os sites que não utilizam o protocolo SSL deixam os dados acessados totalmente expostos, podendo ser vistos como sites que não apresentam os requisitos de segurança necessários.

O certificado SSL tem se tornado uma exigência cada vez maior, e é por isso que apresentamos, neste post, uma visão geral sobre ele, deixando clara a sua importância nos sites e nas lojas virtuais das empresas. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

O que é um certificado SSL?

Podemos, em poucas palavras, defini-lo como um produto que, na prática, não demanda muita interação e que tem instalação bastante simples. O responsável geralmente consegue fazer a emissão e a instalação sem ajuda de terceiros, podendo variar conforme o produto onde ele vai querer instalar (ambiente compartilhado ou dedicado).

O SSL trata-se de um certificado de segurança que tem como propósito maior criptografar as informações que trafegam em sites.

Quais são os tipos diferentes de certificado SSL?

Confira os diferentes tipos de validação e de domínio:

Tipo de validação

Validação de domínio (DV)

É mais simples, não pelo motivo de proteger mais ou menos — já que todos os tipos protegem de maneira igual.

Esse tipo de certificado é extremamente simples de aplicar: tendo acesso ao e-mail de domínio é possível colocá-lo em prática e deixar o site mais seguro.

Validação estendida (EV)

O tipo mais utilizado em bancos e grandes e-commerces. Exibe o nome da organização no navegador, passando ao usuário mais credibilidade por garantir a legitimidade do site. Esse modelo tem uma validação mais rígida, exigindo documentação e um padrão que o site precisa seguir.

Validação organizacional (OV)

Essa é a validação que fica exatamente entre a validação de domínio e a estendida, tanto no processo para retirada do certificado quanto na exigência e preço.

Tipo de domínio

Certificado de domínio único

Como o próprio nome já diz, ele protege um único domínio. A principal característica é exatamente essa, pois o certificado vai proteger apenas o domínio principal de um site.

Certificado de subdomínio (WildCard)

Além do domínio principal, esse certificado protege subsomínios ilimitados ligados ao domínio principal — como “blog.nomedaloja.com.br” ou “atendimento.meusite.com.br”.

Certificado de múltiplos domínios

Já esse certificado vai proteger diversos domínios, e é totalmente indicado para aqueles que têm uma variedade de domínios linkados na mesma empresa. Mesmo que os endereços tenham naturezas distintas, esse tipo de certificado vai proteger todos os domínios.

Para que serve um certificado SSL?

Ele é usado para proteger informações relevantes dos usuários que navegam no website, impedindo que sejam capturadas, interceptadas ou visualizadas durante uma transferência de dados até o servidor que hospeda a aplicação.

Tal proteção é feita a partir de uma chave de criptografia extremamente forte, que mistura as informações enviadas pelo usuário de forma que seja impossível descobrir o conteúdo de dentro da chave. O único lugar que pode distinguir o conteúdo é no servidor onde está instalado o certificado SSL.

As tentativas de capturar um pacote de informações são fracassadas, e mesmo que alguém seja capaz de reter os dados, vai ser impossível ler o conteúdo.

Qual é a importância de ter um certificado SSL no site?

O certificado SSL cada vez mais se populariza na internet como um todo, e o motivo está ligado não apenas à criptografia de transações bancárias e dos dados de cartões de crédito, mas de informações de contato e pessoais, como RG, CPF, entre outras.

Existe um movimento para tornar a internet mais segura, e o Google aderiu a isso com as próprias buscas. Dessa forma, sites sem o certificado não são privilegiados pela busca orgânica, o que significa que não obter um certificado SSL acaba prejudicando os sites na busca.

O segundo movimento ocorreu em junho deste ano de 2018, quando o Google Chrome passou a deixar evidente na URL quando um site é ou não seguro. Isso causou um boom nas procuras pelo certificado – lembrando que aproximadamente 60% da navegação é realizada pelo Chrome.

O certificado SSL influencia no posicionamento do site no Google?

Há cerca de 200 fatores avaliados pelos algoritmos do Google a fim de determinar o posicionamento dos sites. Foi publicado pelo blog oficial do Google, em 2014, que o certificado SSL seria considerado um dos fatores de posicionamento.

O uso do HTTPs em um site, além de tornar seguro o tráfego de dados, também contribui para o seu melhor ranqueamento no Google. Em 2014, o buscador começou a considerar o uso de HTTPs como um fator de ranqueamento, e desde então ele tem incentivado que todos os sites façam uso do SSL para tornar a internet cada vez mais segura para os usuários.

Portanto, até mesmo em um simples site ou blog, é fundamental ter um certificado SSL se o seu desejo for ser beneficiado no ranking do Google. Para o e-commerce é imprescindível, já que informações como CPF, RG, número de cartões de crédito e demais dados sensíveis trafegam nesse tipo de serviço.

Como obter um certificado SSL?

Se você tem um site, vai poder contar com a sua empresa de hospedagem para conseguir o certificado ou então contratá-lo diretamente em uma empresa especializada.

É fundamental compreender também qual é o tipo de certificado relevante para você, uma vez que há diversos deles e cada um tem custos diferentes. O principal benefício de contratar o certificado SSL na empresa que hospeda o seu site é que algumas acabam oferecendo a instalação gratuita do certificado. Há também a facilidade de administrar seus serviços em um só lugar.

Para obter o certificado SSL, garantindo o melhor preço e economia de tempo, é preciso saber o que vai ser validado para analisar qual é mais interessante para o seu negócio. É fundamental contar com a ajuda de especialistas que possam indicar o que apresenta melhor custo-benefício.

Em muitos casos, o vazamento e o roubo de informações acabam ocasionando problemas que vão além do prejuízo monetário. A perda de clientes, de credibilidade e processos judiciais por vazamento de dados sobre negócios são algumas das principais adversidades enfrentadas nas empresas.

Já para os usuário finais, alguns dos problemas mais recorrentes são cancelamentos de cartões de créditos com credenciais furtadas, constrangimento frente a imagens ou dados vazados e fraude a partir da obtenção de informações como RG e CPF.

A fim de evitar tantos problemas, é importante proteger o seu site e os seus usuários com o certificado SSL. As vantagens, por outro lado, vão além da segurança. Afinal, ter um site protegido aumenta a credibilidade da sua marca e melhora o seu posicionamento no Google.

Gostou de saber mais sobre o assunto e quer adquirir o seu certificado? a Locaweb oferece SSL, então não perca mais tempo e entre em contato conosco para conferir os nossos serviços!