Como ser mais produtivo: 5 dicas para colocar em prática agora!

Já imaginou conseguir finalizar os seus projetos com mais rapidez, sem prejudicar a qualidade do seu trabalho? Isso é possível a partir do momento em que você tem acesso a técnicas de como ser mais produtivo e experimenta quais delas funcionam melhor para as suas atividades.

Para ajudá-lo, separamos 5 dicas para você otimizar a sua rotina de desenvolvimento, de modo a produzir mais em menos tempo e sempre finalizar suas tarefas no prazo. Confira!

1. Separe um tempo para se planejar

Estamos acostumados a separar uma parte do dia para nos dedicarmos ao trabalho, mas também é importante reservar um tempo para se planejar e listar as tarefas as quais você vai precisar se dedicar no dia seguinte.

Sendo assim, no final do seu expediente ou antes de se deitar, procure organizar os seus próximos afazeres em ordem de prioridade. Se possível, comece com as mais difíceis (que geralmente são as mais importantes), já que normalmente temos mais energia nas primeiras horas de trabalho. Assim, quando você começar a sua rotina, terá uma boa visão sobre o que vai precisar produzir ao longo do dia.

Para se organizar ainda mais, uma opção interessante é estender esse hábito para organizar as atividades da semana. Separando alguns minutos no domingo à noite, por exemplo, você pode definir tudo que pretende concluir ao longo da semana seguinte e pensar nas tarefas que deverá atacar em cada dia.

2. Deixe as distrações e procrastinações de lado

Como bom desenvolvedor e amante da tecnologia, é bem provável que você adore seus gadgets e permaneça constantemente conectado à internet. O problema é que na hora de trabalhar esses recursos podem ser uma enorme fonte de procrastinação e distração.

Por esse motivo, o ideal é eliminar possíveis distrações antes de começar os seus afazeres, desde que isso não prejudique o seu trabalho. Se puder, mantenha as notificações do smartphone desligadas durante esse período, estabelecendo pausas de tempos em tempos para checar mensagens, e-mails e atualizações importantes (falaremos mais sobre pausas adiante).

Enquanto estiver desenvolvendo, evite portais de notícias, redes sociais, plataformas de vídeos e outros sites que possam desperdiçar o seu tempo. Você pode deixar isso para mais tarde, depois de concluir suas tarefas.

Porém, se for muito difícil se controlar, os navegadores web já contam com diversos plugins que permitem o bloqueio de certas páginas durante o horário configurado, ajudando a manter você focado no que de fato precisa fazer.

3. Utilize aplicativos e softwares voltados à organização

Existem diversas aplicações voltadas para a organização de tarefas e produtividade, e você pode ter acesso a muitas delas gratuitamente. Logo abaixo, listamos algumas dessas ferramentas que podem ser úteis na tarefa de como ser mais produtivo.

Agenda digital

Incluir as tarefas e compromissos em uma agenda digital é uma ótima alternativa para saber com o que você se ocupará ao longo das horas do dia. Assim, fica fácil consultar o que está pendente sempre que quiser e não se esquecer das responsabilidades e prezos.

Para se organizar, você pode usar o aplicativo de calendário do seu sistema operacional ou mesmo o Google Calendar para isso.

Trello

O Trello é uma ferramenta bastante usada para gerenciamento de projetos e é ótima para organizar as suas pendências. O funcionamento é bem simples: você cria cartões para representar as tarefas e pode arrastá-los entre listas para acompanhar o andamento.

Uma sugestão de uso é criar uma lista “Pendentes” com cartões de tarefas a fazer, uma lista “Em andamento” para as tarefas que já estão sendo trabalhadas e uma lista de “Concluídos” para as tarefas terminadas. Este é o conceito básico do método Kanban.

Google Keep

O Google Keep é um serviço orientado para a criação de listas e anotações, em que você consegue manter um quadro de ideias relevantes para seus projetos — como se fossem post-its —, criar listas de tarefas e marcar os itens conforme conclui cada uma.

4. Faça pequenas pausas

Trabalhar sem parar durante muitas horas é prejudicial para a produtividade, apesar de o senso comum dizer o contrário. Eventualmente, você vai se cansar, e sua capacidade de se concentrar não será a mesma.

Por isso, tente fazer pausas curtas durante o período em que estiver trabalhando. Experimente parar durante cinco minutos a cada 50 minutos de foco intenso. Sempre que terminar uma tarefa, você também pode adotar pequenas variações nesses números (uma hora de foco e dez minutos de descanso, 30 minutos de foco e 3 de descanso, etc.).

Durante os intervalos, levante para se movimentar um pouco, tome uma água ou um café, vá ao banheiro, cheque suas mensagens ou faça outra tarefa rápida que não tenha a ver com o trabalho. Isso vai te dar mais energia para ter uma boa concentração quando voltar às atividades planejadas.

5. Fique atento à sua postura

Profissionais como os desenvolvedores passam muito tempo sentado, e isso pode ser a causa de dores na coluna e dificuldades de circulação, que certamente poderão afetar a sua produtividade. Para evitar o cansaço e problemas de saúde decorrentes de uma má postura, vale a pena investir em uma cadeira e mesa de trabalho apropriadas.

Um recurso que muitos profissionais freelancers que passam muito tempo diante do computador usam são cadeiras especiais para gamers. Apesar de serem mais caras que as convencionais, elas são mais confortáveis e costumam ter altura ajustável, apoio para os braços e encosto para a cabeça.

Além disso, lembre-se de fazer as pequenas pausas das quais falamos na seção anterior e de praticar exercícios físicos. Para a sua mente trabalhar bem, é essencial que seu corpo também esteja saudável.

Portanto, se você achava que não era possível melhorar a sua performance, agora tomou conhecimento de dicas bem práticas para incorporar à sua rotina de programação. Tenha em mente que não é preciso seguir todas elas à risca — saber como ser mais produtivo também envolve se entender melhor e escolher os métodos que funcionam bem para você.

Gostou do post? Então, não deixe de acompanhar outras dicas de como desenvolver projetos melhores nas nossas redes sociais. Estamos no Facebook, LinkedIn, TwitterInstagram, YouTube e Google+.