Conheça as 7 linguagens de programação mais buscadas pelas empresas

Embora exista uma grande diversidade de linguagens de programação no mercado, algumas podem ser mais adequadas e úteis para certas empresas ou negócios. Logo, é preciso ter atenção: pode ser que você se torne um mestre em determinada linguagem, no entanto, se ela não for muito requisitada, é bem provável que seja difícil conseguir um emprego na área.

Então, se você está em busca de alternativas para se adequar às necessidades do mercado de trabalho, aprender as linguagens de programação mais buscadas pelas empresas certamente é um diferencial.

Pensando nisso, preparamos este texto para apresentar a você as mais utilizadas atualmente e a importância de investir nesse aprendizado. Assim, você vai poder escolher alguma para aprender e garantir uma ótima posição e um excelente salário. Confira e boa leitura!

Quais as linguagens de programação mais requisitadas do mercado?

Segundo pesquisa da HackerRank, quando são comparadas as linguagens mais exigidas pelos empregadores e as mais conhecidas entre os desenvolvedores, não existem lacunas. Java, JavaScript, C e C ++ e Python se encontram no topo da lista. Mas, além delas, existem também outras vertentes.

Nas seções a seguir, seguindo o ranking destacado na pesquisa citada, entenda as características de algumas das linguagens mais requisitadas no mercado:

1. Java

A opção mais buscada é o Java. No topo da maioria dos índices especializados na medição da popularidade, ela se caracteriza por ser portável — isso significa que é possível compilar um programa em Java de maneira prática e fácil para todo tipo de aparelho. Lembrando, ainda, que se trata da linguagem mais utilizada para a criação de aplicativos Android.

Ainda é muito buscada, pois é útil tanto para desenvolvimento Android quanto para web. Em vista dessa característica, tornou-se uma espécie de padrão corporativo seguido pelas empresas. 

2. JavaScript

Essa é uma linguagem amplamente usada em aplicações web que ganha cada vez mais espaço para desktop/mobile e é muito usada para criar interatividade.

Embora seja mais antiga quando comparada à maioria das linguagens listadas neste post, o JavaScript é muito requisitado, sendo que parte desse grande sucesso se deve a sua simplicidade.

Além disso, ele é muito utilizado principalmente pela grande parte dos frameworks de front-ed. Em linhas gerais, JavaScript é uma linguagem extremamente simples e muito fácil de ser compreendida.

3. C#

Tem sintaxe parecida com Java e C++ e foi criada pela Microsoft como parte da plataforma .Net. É muito popular no mercado, mas vem caindo em desuso quando comparada aos anos anteriores.

Por outro lado, ainda é bastante requisitada na área de desenvolvimento de games, o que a torna fundamental para aqueles que planejam entrar nesse mercado.

4. C++

Essa é uma das linguagens mais populares, e o motivo se dá pela própria popularidade de suas variantes. O C++ é muito usado no desenvolvimento de softwares, como jogos para computador e sistemas integrados (CRM).

Esses tipos de linguagens são requisitadas por motivos semelhantes. Rodam em praticamente qualquer dispositivo e são leves, e, com o crescente desenvolvimento tecnológico, a tendência é que a procura pelas possibilidades de C++ cresça ainda mais.

5. Python

É a opção conhecida como a mais fácil de se aprender. O uso de Python permanece muito popular, embora a linguagem tenha sido lançada há quase 30 anos.

Esse tipo de código é bastante usado para desenvolvimento web e machine learning e permite fácil leitura. Além de ser muito útil para mineração de dados, é uma linguagem que auxilia bastante na produtividade dos programadores.

6. PHP

O PHP é utilizado majoritariamente em aplicações web, sendo uma linguagem fundamental para incluir funções em uma página que o HTML não consegue suportar.

Além disso, é muito empregada para integração entre dados de home pages e bancos de dados MySQL. Sites como a versão web do Facebook e do Yahoo são mantidos em PHP.

7. Objective-C

Essa é uma variação da linguagem C# que é muito usada para construir aplicativos para IOS, sendo a mais popular entre os desenvolvedores de aplicativos para aparelhos da Apple.

A Objective-C não chega a ter grandes variações, mas é imprescindível para aqueles que têm interesse em garantir uma vaga em instituições de desenvolvimento mobile.

Após apresentar as linguagens, é preciso deixar claro que, embora o Java esteja no topo e seja a linguagem mais procurada, essa demanda está caindo. Quando se compara com o ano de 2017, percebe-se uma queda no número de vagas em aberto para programadores Java. 

A questão é que Java é uma linguagem muito procurada por grandes empresas, um conceito que perde cada vez mais espaço para as startups. E essas empresas estão ou adquirindo ou abrindo startups. Dessa forma, com a mudança, não há procura pelo Java, e sim por uma opção mais rápida.

Quanto à linguagem Python, essa é uma linha que está crescendo justamente por ser usada em mineração de dados e machine learning. Além disso, é um framework que ajuda bastante na produtividade, pois conta com bibliotecas que tem funcionalidades prontas.

JavaScript é uma linguagem antiga e fácil de aprender e está crescendo por causa do front-end, que tem vários frameworks baseados nesse código. Outro motivo é a ascensão da Internet das Coisas. Afinal, os dispositivos, apesar de estarem conectados o tempo todo, não podem fazer um uso tão intensivo de dados. Por isso, o desenvolvimento muitas vezes é em JavaScript para rodar do lado do dispositivo e não do servidor.

Quanto a C++, essa segue uma opção estável na lista das linguagens de programação mais procuradas, por ser leve e se desenvolver para qualquer dispositivo.

Qual a importância de investir em capacitação e aprendizado de novas linguagens?

Do ponto de vista do mercado, há certa dificuldade para contratação de programadores. Gradualmente, a tendência é usar a linguagem mais adequada para o serviço que está sendo criado, e não aquela que a empresa quer e impõe.

Nesse cenário, aparece também a exigência por um profissional que saiba diversas linguagem, e não alguém para trabalhar com método x ou y. Por isso, é extremamente importante que o profissional se prepare para ser poliglota em programação.

Estamos nos referindo a uma mudança recente. Na década de 1990, não existia essa necessidade, até porque as linguagens “duravam” muito mais tempo. No entanto, a partir dos anos 2000, houve o surgimento de linguagens que cresceram nas comunidades de desenvolvimento, como o Java. Tal fato impôs uma necessidade não só de aprendizado de novas linguagens, mas também de atualização dos conhecimentos dos programadores.

Os grandes fatores para essa demanda são o advento do open source e o surgimento da internet e de novos tipos de dispositivo, que trouxeram uma preocupação com a usabilidade.

Quais os benefícios de dominar linguagens de programação diferentes?

Entender variados formatos é a garantia de que você vai fazer parte das melhores empresas, ocupando as vagas mais requisitadas. Quem não está atualizado ou não segue essa tendência pode até conseguir uma colocação no mercado, mas dificilmente essa pessoa vai ser considerada para postos interessantes, em empresas ou startups com propostas diferenciadas de desenvolvimento.

Mesmo após escolher qual a linguagem de programação que pretende utilizar, é importante ter em mente que, ao longo da sua carreira, você sempre vai precisar aprender novas linguagens, afinal, todas têm suas vantagens e desvantagens.

É importante não se tornar um fanático de uma linguagem. Alguns profissionais são tão fissurados que sustentam as suas formas de trabalho igual aos torcedores que defendem seus times. Tenha em mente que, para cada projeto, uma linguagem é sempre mais adequada e indicada.

Você deve decidir o que usar não levando em conta o seu gosto pessoal, mas as vantagens que a linguagem oferece para o trabalho em questão. Esperamos que este conteúdo sobre as linguagens de programação mais procuradas pelas empresas seja útil para que você possa entender as diferenças entre as opções e criar um diferencial no mercado de trabalho.

Se você gostou deste post, aproveite a visita para assinar a nossa newsletter e receba as atualizações da Locaweb na sua caixa de entrada!